Árbitro relata pedra e ofensas de Diego Souza, mas não cita pênalti polêmico.
Tite elogia Bélgica e admite favoritismo do Brasil: "Pela história e o que vem fazendo"
Maioria das mortes violentas em SP é causada por conflitos interpessoais ou pela polícia.
Renca: governo revoga decreto que liberava mineração em reserva na Amazônia

Sobre Caatinga e Caatingueiros Parte 1/6

Sobre Caatinga e Caatingueiros Parte 2/6

Sobre Caatinga e Caatingueiros Parte 3/6

Sobre Caatinga e Caatingueiros Parte 4/6

Sobre Caatinga e Caatingueiros Parte 5/6

Sobre Caatinga e Caatingueiros Parte 6/6
Ponga no popular
Esmeraldo Lopes

Esmeraldo Lopes

Quando escuto a palavra povo, surge em minha mente a imagem de um bando de indivíduos em movimentação disforme, assim como a de fumaça tangida pelo vento. É mesmo uma palavra que existe para expressar alguma coisa vazia de substância. Deixe-se a história em descanso, que estou olhando a imagem do “povo” que se desenha em minha mente, nesse instante: o amorfo. Vejo o confuso de gente que vai, que vem, que se agrupa, que se desagrupa, que vista de longe se afeiçoa, que vista de perto se desafeiçoa, que se movimenta na procura exclusiva do seu bem-estar no espaço circundante, de alívio ligeiro, regado pelo pouco pensar, para as aflições do corpo e da alma.

Voltar
escort bayan
Júpiter.com.br - Esmeraldo Lopes - Todos os direitos reservados