Árbitro relata pedra e ofensas de Diego Souza, mas não cita pênalti polêmico.
Tite elogia Bélgica e admite favoritismo do Brasil: "Pela história e o que vem fazendo"
Maioria das mortes violentas em SP é causada por conflitos interpessoais ou pela polícia.
Renca: governo revoga decreto que liberava mineração em reserva na Amazônia

Sobre Caatinga e Caatingueiros Parte 1/6

Sobre Caatinga e Caatingueiros Parte 2/6

Sobre Caatinga e Caatingueiros Parte 3/6

Sobre Caatinga e Caatingueiros Parte 4/6

Sobre Caatinga e Caatingueiros Parte 5/6

Sobre Caatinga e Caatingueiros Parte 6/6
ZUMBI
Esmeraldo Lopes

Zumbi não é apenas um nome. Um nome que se desenha com tintas e que enche páginas de livros de folclore nas livrarias. Zumbi é um ser que ninguém sabe que ser é. É tão oculto que não deixa nem mesmo sua imagem aparecer em nossa imaginação. Por isso, aqui não vai sua fotografia, nem o seu traçar em um desenho de representação. Tudo o que dele alcançamos é que assobia nas noites, mas só nas noites de caatinga verde. Quando a gente, lá no meio delas – da caatinga e da noite -, mergulha no pouco enxergar, na confusão dos paus entrecruzados, ele assobia: “fiiiiiiii”. E fica assim, repetindo, provocando ousadia de desavisado. Os avisados silenciam. Tremem fingindo não dar atenção e seguem tentando se esconder do que não se pode esconder. Ele insiste, insiste, insiste... Nunca cansa. Se não se responde ao chamado dele, ele não vem. É certo que ele não vem. Mas tem o desavisado, ou o ousado avisado que se mete a responder o “fiiiiiii” mandado de longe, com um fiiiii. Aí ele vem. Vem e a madeira deita na hora. Nem bem o assobio do chamado termina, já está o Zumbi a despejar seu assobio assombroso no ouvido do chamador. E o chamdor se desespera, se aperreia, se perde, perdendo orientação. Resultado: noite que se atravessa em agonia.

Do Zumbi só se sabe de vera seu assobio. Alguns dizem que é pássaros, outros dizem que é espírito, e muitos não se aventuram nem a imaginar o que seja. O que se sabe, e se sabe mesmo, é que ele existe. Que ele existe e assombra.

Voltar | Enviar por e-mail
escort bayan
Júpiter.com.br - Esmeraldo Lopes - Todos os direitos reservados